Quinta-feira, 15 de Março de 2007

Identificação Electrónica de Animais

O microchip.

Identificação Electrónica de Animais

Foi já alguns anos a esta parte adoptado pela Comunidade Económica Europeia um sistema de identificação para animais mediante a aplicação subcutânea de um transponder, que tem o tamanho de um bago de arroz e possui um código alfanumérico.

É muito importante fazer a aplicação deste microchip. Conseguimos desta forma lutar contra o abandono de animais e também em caso de roubo, poder legalmente ter uma prova da propriedade do animal.

Portugal possui um banco de dados já instalado que dá pelo nome de SIRA - Sistema de Identificação e registo de dados. A aplicação do microchip e um acto médico e por conseguinte só o médico veterinário o pode fazer. Logo de seguida deve ser comprovado se o microchip está correctamente colocado na parte esquerda do pescoço do animal, fazendo-se a sua leitura através de um pequeno aparelho portátil que mostra no seu visor o código alfanumérico correspondente a identificação do animal.

Depois é preenchida uma ficha de registo em triplicado, com a identificação do animal e do seu proprietário, ficando o original com o proprietário, uma cópia fica no arquivo do médico veterinário e a outra é envida para o SIRA para introdução dos elementos já referidos anteriormente.

As consultas ao SIRA a partir dos centros de identificação (médicos veterinários) ou das autoridades (câmaras municipais, sociedades protectoras, etc.) são gratuitas e podem ser feitas por via telefónica, postal ou Fax. O SIRA pode ainda fornecer aos proprietários dos animais uma ficha de proprietário com descriminação de todos os animais registados em seu nome, bem assim como providenciar o envio de circular alerta a todos os centros de identificação em caso de extravio dos mesmos animais. Bancos de dados semelhantes estão já instalados em diferentes países da CE.

Em resumo, é de primordial importância que o seu animal esteja devidamente identificado. Este sistema não causa qualquer tipo de dor na introdução subcutânea do mesmo e no caso de roubo é a única forma de ter uma prova de propriedade do seu animal de estimação.

Por: Mário Santos-HVP


publicado por ne.jr às 17:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Animal não é um brinquedo...

. Dicas para que os animais...

. Este gato vai dar que fal...

. vejam...

. Como apresentar um cão a ...

. 10 Sinais que os Gatos fa...

. Criancinhas

. Curiosidades sobre gatos

. Factos e mitos acerca dos...

. Agressão felina

.arquivos

. Novembro 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds